Queime depois de ler...




Já faz um bom tempo que não escrevo. Não só aqui. Aqueles pensamentos soltos rabiscados desleixadamente num caderninho de bolsa, se perderam na confusão do meu cotidiano pra lá de agitado. Às vezes até faço menção de pegar a caneta ou o laptop, mas alguma coisa mais forte me impede. E eu tô cansada. É isso. De lidar com essa onda interminável de pessoas que perde todo o seu tempo com a arrogância de tentar convencer as pessoas a pensar como elas. E infelizmente não tem muito como fugir disso. Nem entrando num casulo e meio que se isolando do mundo, como eu tenho feito.

Você resolve dar uma espiadinha inocente no seu feed do facebook e já encontra os fanfarrões. Chato isso. "Bla bla bla, porque meu argumento é melhor que o seu e bla bla bla whiskas sachê...".  Sempre tive amigos com opiniões muito diferentes, e ninguém se degladeava pra convencer o outro da sua opinião. Discutir um assunto polêmico, é saudável e até divertido dependendo da ocasião e dos participantes da conversa. Mas o problema é o limite. A impressão que eu tenho, é que as pessoas não tem mais. E o pior de tudo; não se importam.

Daí me isolei. Tenho estado cada vez mais offline pra evitar essas pessoas que brotam sem aviso prévio pra perturbar minha paz mental. Posso estar chata (é bem provável). Mas perdoe a minha chatice. Não tenho mais estômago pra essa leva interminável de egos inflados sufocando meu ar! Se antes o problema era aturar a onda de "pessoas vazias" fingindo ter conteúdo, agora tem os "super cults" com seu egos carregando uma bagagem lotada de 10% de conteúdo (a única parte útil) e 90% de arrogância e prepotência. Que saco! Parem de se gabar por coisas tão bobas e passageiras. Eu não sei vocês, mas eu não aguento mais.

Volto quando tiver algo de bom e útil pra compartilhar. Não vou encher linguiça só pra ter o blog atualizado, sem nenhum leitor de fato interessado. Beijo beijo e até breve.



No more lies



Sem hipocrisia. Eu sei que todo mundo mente. E me perdoem se eu estiver falando alguma bobagem. Mas a verdade é que eu acredito em mentiras do bem e mentiras do mal. As mentiras do bem, são aquelas que não prejudicam ninguém (Além de você mesmo claro! Que sempre acaba se enrolando nas histórias), mas que normalmente são ditas com o intuito de não ferir e algumas vezes se fazem necessárias... E as mentiras do mal, são aquelas que afetam várias pessoas. E que são ditas inescrupulosamente. Sem pensar na merda que tá fazendo pra outra(s) pessoa. E 90% das vezes, sem necessidade. Então, me perdoe meu bem. Mas eu não quero mais mentiras desnecessárias. Não quero mais na minha vida, pessoas que não dizem a verdade. Quero daqui em diante sinceridade. A dor da verdade dói menos do que o seu descaso com a sinceridade do meu amor. Vai em paz. Mas me faz um favor. Não volta nunca mais.


Olá liberdade!



Houve um tempo em que eu não precisava me preocupar com nada... E isso não era só enquanto eu era criança não! Enquanto morei com o meu pai, nunca tive que pegar em um pano de chão, lavar louça, pagar contas... Nunca tive que ser responsável por nada. Nunca comprava meus próprios remédios ou objetos de uso pessoal. Nem sabia quanto custava uma escova de dentes. Lamentável, eu sei. Mas era assim que era. E bem ou mal eu era feliz. Porque é o que dizem né?! A ignorância é uma bênção! E como é. 
Maaaaas, a vida me deu uma rasteira pra mostrar que o buraco era mais embaixo. E eu chorei, sofri, neguei, odiei... doeu, mas eu aprendi. Aprendi que precisava me virar sozinha. E não morri até hoje. Ainda tô aqui! E se querem saber, nunca me senti tão bem em toda a minha (idiota) vida. Hoje que vejo toda a verdade, como as coisas realmente são, sou grata por tudo que me aconteceu. A vida me afastou de tudo que não era bom pra mim. De certa forma, tudo que ficou pra trás, não se encaixa com a pessoa que eu me tornei. E foda-se. Se foi é passado, e eu hoje só vivo aqui. No presente. E isso me faz sentir livre pra kct!! Tem um texto do Osho, em que ele fala que só é possível ser livre quando você assume a responsabilidade de ser quem você é, das coisas que você faz e diz. E é assim que eu vivo hoje! Olá responsabilidade, olá liberdade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Instalove

clica no like, please?

Fala comigo!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Os mais lidos

busca

Carregando...

Portfolio, seu lindo!

Parceiros

Leitura obrigatória

Leitores

I'm wide awake...

I'm wide awake...