15 julho 2015

Remixando


Daí que a vida é bem mais complicada na prática que na teoria. Lógico que eu queria já ter voltado com o blog. Mas sejamos muuuito realistas (que é a minha nova proposta pro blog. A verdade nua e crua). Com um bebê recém nascido e uma criança de 4 anos, morando sozinha, sendo sócia de uma marca de sapatos, e cuidando de tudo por conta própria, NUNCA que eu conseguir voltar antes do Théo completar 2 mêses. Relaxem. Já tem 2 mêses e 1 semana. u.u hahahahah Bom, fato é que eu demorei mais do que o previsto, e como vocês devem ter percebido, o blog tá meio que "em obras". Estou reformulando tudo pela enésima vez! Acho que agora tá ficando mais parecido com o que eu queria. Mas a gente vai mexendo... Não reparem a bagunça, podem ir entrando! Fiquem à vontade! Tudo simples, mas de coração. Pra semana que vem já temos posts programados!!! Yay! (Aleluia, né?! Dois anos prometendo não é pouca coisa não!). Contei sobre o aparecimento de um "Furbby" na minha panela de arroz queimado. Falei sobre os itens que eu considero realmente necessários pra montar o enxoval do bebê, e também, sobre a participação da Maria Mole na segunda edição da Babilônia Feira Hype na Barra (sim, porque eu babo meu trabalho meeesmo rs). Se você não conhece a Maria Mole e quer conhecer, tem um link ali no menu lateral!! Enjoy! Beijo people! Até a próxima!

05 maio 2015

Eu tô voltando pra casa...de vez!



Então minha gente...eu to voltando! Aos 45 do segundo tempo da chegada do Théo! hahahaha Porque eu sou dessas...louca! rs Eu to terminando de arrumar o layout, então não reparem a bagunça, tá?Quem chegou agora, seja suuuuper bem vindo, e pra quem já é de casa, sejam bem vindos de volta!
Enquanto eu não volto, um exercício pra controlar a ansiedade...rs beijo beijo

08 janeiro 2015

Romantizar= Idealizar


De repente, me dei conta que romantizo demais as coisas. Mesmo sabendo que em 90% das vezes eu to indo pelo caminho errado, vou contra todas as minhas próprias indicações de não criar expectativas. Crio um monte, e todas na contramão da realidade. Como resultado, eu quebro a cara.
Mas devo ser justa com a minha pseudo maturidade e admitir que a vida tem me poupado de muita roubada. As desilusões tem acontecido ANTES que eu me ferre. E apesar da verdade dar fim ao encanto, eu pelo menos me poupo algumas lágrimas, alguns lenços de papel e músicas do legião.
Dizem que a verdade dói, mas liberta. E liberta mesmo...Te livra de viver uma situação pior do que a que você viveu (se é que chegou a viver). Às vezes parece uma dor horrível, mas é uma dor boa. É a dor da liberdade. Você não é mais refém das suas próprias idealizações.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...